CSA apaga no segundo tempo e perde de virada para o Vila Nova no Rei Pelé

Por | 12 de setembro de 2018 às 8:31

Pei Fon / Portal TNH1

Em duelo que valia a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA apagou no segundo tempo e perdeu, de virada, por 2 a 1 para o Vila Nova na noite desta terça-feira (11), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 27ª rodada da competição. Jhon Cley abriu o placar aos 44′ do primeiro tempo, Rafael Silva igualou aos 18′ da etapa final e virou aos 45′. O Portal TNH1, a TV Pajuçara e a Rádio Pajuçara FM Maceió – 103,7 acompanharam a partida.

Com o revés, o CSA segue na vice-liderança, com 46 pontos. O Tigre chegou aos 43 pontos e saltou para a quarta posição.

Próxima rodada

O Azulão só joga agora no sábado (22), contra o Guarani, às 19h, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, São Paulo. O Vila encara o Fortaleza na sexta-feira (21), às 21h30, na Arena Castelão, em Fortaleza, Ceará.

Azulão na frente

Embalado pela torcida, o CSA foi para cima no Trapichão. Logo no primeiro minuto, Rubens brigou pela jogada na linha de fundo, cruzou por baixo e Pasinato segurou. Aos 8′, Pio soltou uma pancada de falta, a bola voou rasteiro cheia de efeito, Pasinato espalmou e fez uma defesa de pagar ingresso. No escanteio, Rafinha mandou na cabeça de Celsinho e quase o lateral abriu o placar. Melhor em campo, o time marujo seguiu com mais posse. Aos 20′, Daniel Costa descolou ótimo lançamento para o ataque, Jhon Cley desviou de cabeça na tentativa de encobrir o goleiro, mas Pasinato apareceu bem e deu um tapa na bola.

 

 

O Tigrão acordou e começou a revidar. Aos 22′, Mateus Anderson bateu de canhota e Felipe defendeu. Um minuto depois, Mateus Anderson pegou a sobra na área azulina, chutou com força e a bola explodiu em Leandro Souza, que evitou o primeiro gol. Com o jogo equilibrado, as duas equipes evitaram dar mais espaços e passaram a errar nos lançamentos. Mas, aos 44′, Rubens disputou a jogada no ataque, a bola ficou viva no lado esquerdo da área, Jhon Cley girou, finalizou cruzado, anotou o primeiro gol do jogo e o terceiro dele com a camisa do CSA. O árbitro encerrou a primeira etapa logo em seguida, com os torcedores marujos eufóricos no Rei Pelé.

 

 

Falhas, substituições e derrota

O CSA voltou bem do intervalo. Aos 8′, Pio correu em cobrança de falta, passou pela bola, Daniel Costa bateu no meio e Pasinato segurou. Aos 12′, Hemerson Maria trocou Alex Henrique por Rafael Silva. Essa substituição mudaria a história do jogo. Só que o Azulão quase ampliou aos 16′. Didira concluiu com categoria no ângulo, Pasinato voou e, de braço trocado, deu um tapa providencial na bola. Aos 18′, o Vila empatou. Daniel Costa errou passe, o Trigre se lançou ao ataque, Reis cruzou por baixo, a defesa azulina não acompanhou, Rafael Silva desviou e igualou a parada.

 

 

Logo depois, Marcelo Cabo sacou Jhon Cley e Pio e colocou Pingo e Judivan. As alterações praticamente anularam o meio-campo do CSA, que perdeu com a saída de jogo de Pio. Aos 30′, Rafael Silva arrancou, recebeu na área e chutou com muito perigo por cima da meta. Didira respondeu em seguida, mas também finalizou para fora. Aos 35′, Rafinha cobrou falta de longe, a bola saiu em direção errada, mas desviou na zaga e quase entra. Pasinato tocou na bola, que ainda quicou no travessão antes de sair.

 

 

Sem acrescentar com Judivan e Pingo, que pouco produziram, Cabo substituiu Daniel Costa por Hugo Cabral. O atacante entrou bem e começou a dar trabalho pela esquerda. Aos 42′, Rafinha costurou para o meio, concluiu de direita e assustou Pasinato. Só que aos 45′, o Vila deu o banho de água gelada. Rafael Silva subiu pela direita, chutou cruzado, Felipe Garcia não conseguiu defender e evitar a virada. O CSA ainda tentou reagir nos acréscimos, mas era tarde. Ao término da partida, o Azulão desperdiçou a chance de assumir a liderança da Série B, perdeu em casa e viu o adversário encurtar a distância no G-4.

 

Ficha técnica

CSA

1- Felipe
22- Celsinho
3- Leandro Souza
4- Matheus Lopes
6- Rafinha
5- Yuri
30- Pio (23- Judivan, aos 23′ do 2º tempo)
8- Jhon Cley (18- Pingo, aos 23′ do 2º tempo)
10- Daniel Costa (11- Hugo Cabral, aos 37′ do 2º tempo)
19- Didira
9- Rubens

Técnico: Marcelo Cabo

Banco: 31- Mota, 13- Muriel, 14- Elivelton, 15- Xandão, 16- Dawhan, 17- Echeverría, 18- Pingo, 20- Victor Paraíba, 21- Alemão, 23- Judivan, 25- Wellington Silva e 11- Hugo Cabral.

Vila Nova

1- Mateus Pasinato
2- Moacir
3- Wesley Matos
4- Diego Giaretta
6- Gastón Figueira
5- Geovane
8- Wellington Reis
7- Mateus Anderson (20- Léo Itaperuna, aos 31′ do 2º tempo)
10- Alan Mineiro (16- Washington, aos 44′ do 2º tempo)
11- Lucas Braga
9-Alex Henrique (19- Rafael Silva, aos 12′ do 2º tempo)

Técnico: Hemerson Maria

Banco: 12- Rafael Santos, 13- Naylhor, 14- Heitor, 15- Hélder, 16- Washington, 17- Vinícius Leite, 18- Elias, 19- Rafael Silva e 20- Léo Itaperuna,

Gols

CSA: Jhon Cley (44′ do 1º tempo).

Vila Nova: Rafael Silva (18′ do 2º tempo e 45′ do 2º tempo).

Cartão amarelo

CSA: Daniel Costa, Xandão.

Vila Nova: Mateus Pasinato, Alan Mineiro.

Arbitragem

Árbitro: Léo Simão Holanda (CBF/CE);

Auxiliar 1: Nailton Júnior de Sousa Oliveira (CBF/CE);

Auxiliar 2: Jaílson Albano da Silva (CBF/CE);

4º árbitro: José Ricardo Vasconcellos Laranjeira (CBF/AL).

 

Fonte: TNH1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EQUIPE DEL

MAURICIO SANDES
ADRIANO PEREIRA
TAUIR WAGNER
MARCIA QUEIROZ
PAULO LIMA
DIOGENES MODESTO
PARCEIROS
Castanho
REAL CALÇADOS
Rádio Delmiro © 2014-2017 Todos os direitos reservados.